PESQUISAR NESTE BLOG:

domingo, 22 de agosto de 2010

Livros: Papalagui


Deixo-vos um livro que já tinha lido à alguns anos e que, agora, por acaso, mas por gosto, reli. Tal como antes, contínuo a considerá-lo um livro fabuloso! Deixo-vos um excerto. Vocês decidirão se vale a pena lê-lo ou não!

Não percam!

"Que pensaríeis vós, irmãos, de um homem que, possuindo uma cabana suficientemente grande para lá caber toda a aldeia de Samoa, recusasse o seu tecto, por uma noite que fosse, ao viandante que passa? Que pensaríeis de um homem que, tendo nas mãos um cacho de bananas, nem uma só oferecesse ao esfomeado que lha pede? Leio no vosso olhar a indignação e vejo nos vossos lábios um grande desprezo. Pois é exactamente assim que o Papalagui se comporta em todas as circunstâncias da vida.(...)O Papalagui, esse, tem respeito pelo grande número de esteiras(casas, propriedades) e de porcos que o seu irmão possui, e não lhe interessam para nada."

Filme: Precious

Talvez aquilo que julgue ser importante não passe de banalidades!

Veja o filme e repense as suas prioridades!

Nada de efeitos especiais, nada de fantasias. Um filme sobre a triste realidade de muitas pessoas, talvez mais perto de si do que possa imaginar.

Não deixe de ver!



Precious (2009), baseado no romance de 1996 ‘Push’, de Sapphire – também conhecida como Ramona Lofton – é um filme poderoso capaz de impressionar o espectador menos impressionável. Confesso que estava expectante quanto ao conteúdo do filme, uma vez que não li a obra literária em que se baseia. O seu destaque nos Globos de Ouro e a sua nomeação em várias categorias dos Óscares deste ano, popularizaram e aumentaram a curiosidade para aquele que é apenas a segunda longa-metragem do realizador Lee Daniels, bem como o primeiro argumento de Geoffrey Fletcher. Ambos estes senhores estão nomeados aos Óscares, nas respectivas categorias de Melhor Realizador e Melhor Argumento Adaptado.

O filme relata-nos a triste história de Claireece ‘Precious’ Jones (Gabourey Sidibe), uma adolescente de 16 anos, grávida do segundo filho. O ano é 1987 e Precious vive com a sua mãe Mary (Mo’Nique). Quando não está a ser insultada, ou a levar tareias de proporções épicas, Precious ‘sonha acordada’ em ser o modelo físico e sobrevalorizado que a geração MTV – ainda precoce em 1987 – começava a criar. Ao contrário da maioria dos adolescentes, Precious realmente quer ir para a escola. A sua mãe, ao contrário da maioria dos pais, não quer que Precious frequente a escola com o pretexto de que apenas a vida é capaz de ensinar realmente alguém. Quando irrita a mãe, – basta respirar – é posta de castigo e proibida de comer. Quando lhe é restringida a comida, – Precious desafia o termo ‘obesidade’ – torna-se capaz de roubar para comer. No Harlem, um dos mais conhecidos bairros sociais de Nova Iorque, as aulas na escola que frequenta são uma anedota. Para consumar o estatuto de tragédia, Precious está pela segunda vez grávida do pai que diariamente a violava. Chega?

Texto de Diogo Alçada Tavares

Curiosidades: Pastel de Nata

Porque o que é português é bom a receita original é sempre a melhor!

Banda Trifenne

Um destes dias, fui até ao Gliese Bar, um bar que muito aprecio. Embora este espaço (o blog) não tenha como finalidade a "publicidade comercial", faço referência ao Gliese, pelo excelente trabalho que ali desenvolvem em prol da cultura (música, dança, poesia, etc.).

Mas, dizia eu, nessa deslocação fui surpreendido pelo espectáculo da banda Trifenne. Surpreendido no bom e no mau sentido. A banda é de facto muito boa, são excelentes músicos, têm uma boa dicção e um inglês agradável. Interagem com o público e conseguem uma boa empatia.

É pena que em quase duas horas de espectáculo não tenham tocado nenhuma música portuguesa (as duas que tocaram em português do Brasil não contam).

Não há aqui qualquer atitude contra as músicas/canções sejam de que nacionalidade forem, até porque a música é uma linguagem universal e o grupo até tem um repertório muito bom.

Está apenas em causa, alertar as Bandas para o facto de nós, portugueses, gostarmos de boa música portuguesa. Queremos ouvir boa música portuguesa e em portugal existem excelentes músicos e cantores. Não se bastem por aquilo que vem de fora, até porque estamos em Portugal!

TRIFENE ou Trifenne (como muitas vezes aparece escrito) é um quarteto (português) de pop/rock com um vasto repertório que inclui temas de Sting, Michael Bublé, George Michael, Red Hot Chili Peppers, Lenny Kravitz, Alicia Keys, Amy Winehouse, entre outros... Já actuou em várias salas por todo o país onde se destacam o Speakeasy, Casino de Lisboa e Xafarix.

Ver: http://www.myspace.com/trifene

Bem hajam!

Art Spaces - Na Fortaleza

Como prometido, trago-vos também algumas fotos das obras expostas na Fortaleza.

Espero que sirvam para Vos despertar a curiosidade!

Visitem-nos!

Fortaleza de Santiago
de segunda a quinta, das 14 às 17.30h
sextas, das 14 às 17.30 e das 21 às 24h
sábados, das 21 às 24h
domingos, das 16 às 19h
Av. 25 de Abril (Marginal de Sesimbra)











Fortaleza de Santiago
de segunda a quinta, das 14 às 17.30h
sextas, das 14 às 17.30 e das 21 às 24h
sábados, das 21 às 24h
domingos, das 16 às 19h
Av. 25 de Abril (Marginal de Sesimbra)

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Zimbramel - Agosto 2010

Apenas para Vos relembrar! Não deixem de visitar!

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Os rostos por trás dos olhares

Os rostos por trás dos olhares e os rostos e a vida que estes olhares nos mostram!

É por todos estes que "Sesimbra Acontece"!

Art Spaces 2010 revisitado


Decorre até 29 de Agosto a 5ª bienal internacional de artes plásticas. Este ano com destaque para a homenagem a Lagoa Henriques!

O "Sesimbra Jovem" esteve lá e visitou 3 dos 4 lugares destinados ao evento.

Brevemente deslocar-nos-emos à Fortaleza para completar o ciclo das visitas.

Desde já, sugerimos que para este tipo de eventos, realizados em vários espaços, seja colocado um cartaz à entrada de cada exposição, indicando os locais e os horários! A título de exemplo, veja-se a foto da fachada do "Auditório Conde Ferreira", tirada no mesmo dia e hora da nossa visita. Quem não souber previamente ao que vai, não tem a noção do que ali pode encontrar e visitar. É urgente que ali seja colocado um cartaz aludindo ao evento que ali decorre!

Gostámos mas soube-nos a pouco!

O Concelho tem muitos e bons artistas mas, o espaço destinado aos eventos desta natureza é sempre exíguo! Fica-se por 2 ou 3 obras de meia-dúzia de artistas.

A homenagem ao Mestre Lagoa Henriques passa despercebida!

"Sesimbra faz bem" mas, pode fazer melhor!

Está na hora de abrir os espaços escolares à cultura!

Por outro lado Sesimbra já merece uma "Casa da cultura"!

Fica lançado o repto!

Visitem!

Deixo-vos os horários e algumas fotos!

A Bienal Internacional de Artes Plásticas volta a reunir perto de uma centena de artistas de todo o mundo que apresentam em vários espaços públicos do concelho obras de escultura, cerâmica, pintura, desenho e joalharia. Lagoa Henriques, um dos grandes vultos das artes em Portugal, é homenagea-do durante esta 5.ª edição. Organizada pela Câmara Municipal e pela Casa das Artes de Sesimbra, a Sesimbra Art Spaces já conquistou um lugar de destaque no roteiro das exposições de arte no nosso país, permitindo divulgar estes trabalhos junto de milhares de pessoas e, simultaneamente, valorizar o espaço público do município.

Pintura
• Albino Moura, Ana Correia, Ana Godinho, Ana Maria Malta, Ana Rita Pires, Anabela Marques, António Ratinho, António Moreira, Berta Simões, Conceição Rosa, Denise, Dina de Sousa, Diogo Navarro, Doumar, Eduardo Nascimento, Eunice Lopes, Fernando Infante do Carmo, Francisca Sevilhano, Francisco Oliveira, Gabriela Eufrazia,
H. Mourato, Helena Leitão, Henrique Tigo, Henrique Gabriel, Hugo Tomás, Isabel Jesus Duarte, João Feijó, Joaquim Caeiro, José Raimundo, Júlio Alves, Kim Molinero, Linda de Sousa, Lopes de Sousa, Lucinda Marques, Luís Sousa, Manuel Martinho, Márcio Bahia, Margusta, Marita Vaskov, Mitó, Mónica Nogueira, Nicolau Campos, Niurka Bou, Nuno Quaresma, Patrão Beliz, Pé-Leve, Pedro Oliveira, Pedro Batista, Raonel, Rita Vargas, Roberto Bassani, Sara Vieira, Sónia Coelho, Umbelina Ribeiro, Valery Vaskov, Vítor Alves, Vítor Lages.

Cerâmica
• Brites, Diogo Rosa, Eduarda Filhó, Elsa Gonçalves, Filipe Belo e Sónia Figueiredo, Noémia Cruz, Rinoceronte.

Escultura
• Abílio Febra, Aissa Ikken, Alberto Trindade, Artur Nogueira, Beatriz Cunha, Carlos Bajouca, Carlos Madeira, Carlos Marreiros, David Oliveira, Eduarda Prudêncio, Hélio Oliveira, Fernando Antunes, Hans Varela, Isaías, Janic, João Antero, João Limpinho, Manuel Pinto, Maria José Letras, Maria Karma, Michele Cairic, Moisés Preto Paulo, Mónica Funk, Stefano Becari, Vítor Brotas.

Joalharia
• Bruno Precatado, Cristina Carvalho, Jão Claro.

Desenho
• Carlos Amado, Lagoa Henriques, Luz São Miguel, Manuela Marques, Renato Rodinero, Ruanito.


Castelo de Sesimbra
todos os dias, das 7 às 20h













Biblioteca Municipal de Sesimbra
de terça a sexta, das 9.30 às 19h
sábados, das 10 às 18h





















Auditório Conde de Ferreira, Sesimbra
de segunda a quinta, das 14 às 17.30h
sextas, das 14 às 17.30 e das 21 às 24h
sábados, das 21 às 24h
domingos, das 16 às 19h



















Fortaleza de Santiago
de segunda a quinta, das 14 às 17.30h
sextas, das 14 às 17.30 e das 21 às 24h
sábados, das 21 às 24h
domingos, das 16 às 19h
Av. 25 de Abril (Marginal de Sesimbra)

!!!Fotos a publicar em breve!!!